TradeDrops #3 – Como evitar a ruptura no ponto de venda?

written by Arielli Secco 14 abril, 2018

RUPTURA: A GRANDE VILÃ DO TRADE MARKETING

Ruptura nada mais é do que a ausência de determinado produto no ponto de venda. Esse é o pior dos cenários para qualquer operação de trade, uma vez que nenhum planejamento, por melhor que seja, consegue atingir os objetivos se a mercadoria não está disponível na gôndola na hora em que o shopper procurar por ele.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE RUPTURA?

Existem basicamente quatro categorias básicas que podem descrever os diferentes tipos de ruptura. São elas:

  • Ruptura de cadastro: relacionada à gestão de sortimento e resultado;
  • Ruptura de abastecimento: referente à falha na compra ou na entrega do produto no PDV;
  • Ruptura de exposição: quando a mercadoria está no estoque, mas não conta com exposição em gôndola;
  • Ruptura fantasma:  quando o produto está na loja, mas por algum motivo não é encontrado pelo cliente.

CONSEQUÊNCIAS

Quando a ruptura acontece, o shopper fica sem o produto, a imagem da loja é prejudicada e a indústria sofre prejuízos diversos, incluindo a atenção do consumidor voltada à concorrência e o enfraquecimento da marca como um todo.

Em suma, ruptura talvez seja a pior inimiga de qualquer operação de trade marketing. Quer saber mais?

Acesse no blog do Clube o post completo sobre as causas e consequências da ruptura de estoque no PDV.

Leave a Comment