TradeDrops #16 – Shelf Life

escrito por Vinicius Duarte 6 setembro, 2018

SHELF-LIFE: UM MONSTRO ALÉM DA RUPTURA

Shelf-life é o tempo de vida de um produto na prateleira. Além do prejuízo financeiro e possíveis sanções legais, que vão desde multas e, em casos extremos, até detenção, vender produtos fora do prazo de validade pode ter um impacto negativo em curto, médio e até longo prazo para a sua marca.

Esse tipo de ocorrência é registrada inconscientemente pelo shopper e se torna determinante para as próximas decisões de compra. O TradeDrops #16 mostra o impacto do acompanhamento de shelf-life e dá dicas importantes para você diminuir as perdas para esse tipo de ocorrência.

QUANTO SE PERDE COM O SHELF-LIFE?

Muitas empresas não calculam as perdas originadas por shelf-life. O resultado, como demonstramos neste post do Clube do Trade, pode ter um impacto negativo muito grande. A troca ou perda de produtos por conta do problema atingia quase 10% do volume total de vendas de uma distribuidora do Paraná. A situação ficou evidente depois que a empresa criou alertas para acompanhar os índices de shelf-life diariamente. Atualmente, eles deixam de descartar mais de 200 mil produtos por mês.

DICAS PARA COMBATER O SHELF-LIFE

A primeira dica é criar estratégias para mapear e receber as informações de validade de forma atualizada. Não existe um caminho para controlar esse problema que não passe pela organização de seus produtos. O acompanhamento é determinante para que seu time de trade marketing entenda se o mix de produtos está correto para os canais cobertos pela sua marca, bem como se o planejamento está adequado ao giro de produtos de cada ponto de vendas.

Um sistema de trade marketing também pode te ajudar a entender se a exposição está adequada e se o monitoramento pelo promotor e back-office são efetivos para que você combata as perdas por shelf-life.

Se ainda não assistiu ao TradeDrops #16, aperte play no vídeo acima.

0 comentários
0

Deixe seu comentário