Como usar o branding para impulsionar ações de trade marketing

escrito por Letícia Mathias 10 setembro, 2018

com Flávia Simeoni, Bridgestone

Ações de branding podem potencializar execuções no ponto de venda e colaborar com todo o trabalho de uma equipe de trade. Flávia, Simeoni, gerente de trade marketing da Bridgestone, conversou com Guilherme Coan, founder e CSO da Involves, sobre essa relação.

Ela também será palestrante do AEx 2018 com o tema: A ‘branditização’ do trade marketing e a influência do branding na execução. Você sabe quais as diferenças entre branding e trade e em que situação esses dois conceitos conversam?

O PODER DE INFLUÊNCIA NA VENDA

Flávia explica que, antes de tudo, o objetivo é agregar valor da marca e dos produtos usando todas as ferramentas possíveis que temos em mão. Um conceito não anula o outro, mas devem trabalhar sempre em conjunto. 

“Trabalhar a marca na cabeça do influenciador (todos que estão no meio da cadeia entre a indústria e o shopper) é um caminho muito eficaz, um esforço muito direcionado, consegue alinhar seu discurso de forma prática e efetiva, investir menos e extrair mais. Oportunidade de ser mais eficiente”.

Assista à transmissão completa acima e conheça a importância de trabalhar o branding para o engajamento da equipe de campo e como impulsionar as vendas através desse trabalho!

 

0 comentários
0

Deixe seu comentário