Você considera o mobile como parte da estratégia de trade?

escrito por Última atualização: 4 novembro, 2019
Você considera o mobile como parte da estratégia de trade?

A ida da equipe do Clube do Trade para a Brazil Promotion deste ano teve um propósito: buscar informações relevantes para que você leitor possa enriquecer seu conhecimento sobre trade marketing.

Desculpe a honestidade, mas não fazemos isto apenas por amor ao leitor. Nós fazemos isto pois queremos que você tenha experiência e a confiança de que nossos materiais são de ponta. Nosso produto é a informação e queremos que nosso produto seja único.

Por que esta crise de honestidade? Acho que sinceridade tem tudo a ver com empreendedorismo e credibilidade. Só assim vamos ter uma relação única e isso vai ao encontro do que disse o Gerente de Negócios da Adobe, Kadu Zagatti, na conversa sobre como a tecnologia ajuda a proporcionar experiências.

Agora vou abrir mais uma informação interna: metade da nossa audiência do Clube do Trade chega aos conteúdos via mobile. O que isso quer dizer? Que nós temos um duplo desafio. Apresentar materiais relevantes e disponibilizar uma versão acessível e agradável para leitura no celular.

E daí?O que você tem a ver com isso? Eu explico. No cenário em que nove a cada dez brasileiros têm um smartphone, você tem um universo e tanto para explorar. Zagatti falou bastante no espaço de tendências sobre velocidade de conteúdo e o mais difícil (na minha opinião): como impactar com a sua marca (independe se você é indústria ou varejo).

O responsável por desenvolver negócios da Adobe também é um entusiasta em experiência de negócio no marketing digital. Ele reforça que as evoluções de contato entre marca e consumidor têm um suporte necessário da tecnologia. Outro ponto que é importante destacar é que mobile não é uma tendência, é uma era. Por isso você precisa aprender a navegar neste oceano.

Apesar de ter o respaldo da expertise de projetos com grandes marcas, Zagatti também trabalhou com startups e enxerga que tecnologia e processos não funcionam sem as pessoas e a experiência delas. Afinal, todas estas aplicações tecnológicas têm uma finalidade maior. Fidelizar o consumidor e assim transformar as ações em relacionamento com os clientes.

TRADE MARKETING E INTERAÇÃO

Falar sobre interação com o consumidor é apenas uma parte sobre como alinhar a tecnologia com sua operação de trade. É importante destacar que em tempos em que todos falam de experiência, você não pode falhar na comunicação.

É neste momento que as análises de Business Intelligence vão te ajudar a entender melhor quem é seu consumidor e quais dos seus produtos se comunicam melhor com cada um deles. Afinal, de nada adianta uma indústria fabricar inúmeros produtos permaneçam empacados em estoque nos varejos. Pior ainda: manter esses produtos parados pode ocasionar ruptura e reduzir drasticamente o sell out.

Para que você entenda com quem está falando e quais as melhores formas de impactar o consumidor, utilize ferramentas tecnológicas que facilitem enxergar pontos de ação. Outro fato para considerar é que hoje a venda começa muito antes do consumidor se dirigir ao Ponto de Venda.

Hoje o consumidor encontra na internet várias formas de pesquisar o seu produto. Você se preocupa com todas as etapas da sua operação? Já parou para pensar que na internet podem estar as pessoas que trabalham em cada uma delas? E que em uma rápida pesquisa seu consumidor pode identificar motivos para comprar ou não o seu produto?

Hoje o consumidor encontra na internet várias formas de pesquisar o seu produto. Você se preocupa com todas as etapas da sua operação? Já parou para pensar que na internet podem estar as pessoas que trabalham em cada uma delas? E que em uma rápida pesquisa seu consumidor pode identificar motivos para comprar ou não o seu produto?

Pois bem, é por isso que costumo ser insistente neste assunto. Podemos utilizar a tecnologia como grande aliada para minimizar erros na operação e entender melhor quais caminhos seguir para se comunicar com quem mais interessa, quem se relaciona com a nossa marca.

VOLTANDO AO INÍCIO…

Nossa ida para feiras tem um único motivo: você. Nós temos analisado quais os canais em que te encontramos e quais os assuntos você mais gosta de ler. Por isso estamos trabalhando arduamente em produzir conteúdo relevante para te deixar bem informado.

E já que entreguei o jogo e disse que sabemos do que você gosta, aproveito para indicar a leitura deste material abaixo!

 

eBook Merchandising

[eBook] 5 Lições de Merchandising Estratégico

Entenda a importância de uma boa execução de merchandising

Deixe seu comentário