O significado da informação para insights no trade marketing

escrito por Última atualização: 6 março, 2019
O significado da informação para insights no trade marketing

A execução é a hora da verdade - e dos trade marketing insights. Durante o TradeCast #4, Olegário Araújo, especialista em varejo, com atuação junto ao setor de FMCG, e diretor da agência de Inteligência de Varejo, ressaltou os três principais pontos que impactam as tendências no mercado.

  • Demografia (localização do ponto de venda, faixa etária, perfil das famílias);
  • Economia (situação que influencia o poder de compra).
  • Melhores condições financeiras (ainda que em tempos de crise) para investir em autoestima.
Indiscutivelmente, estamos lidando com o novo shopper. No geral, não estamos preparados para lidar com ele
Olegário Araújo Convidado TradeCast #4

Aqui, entra em cena a importância de integrar gestão, processos e pessoas. A tecnologia trouxe mais velocidade e transparência tanto para o consumidor quanto internamente nas empresas, mas quando a empresa não tem processos, ela não consegue usar isso a seu favor.

Não adianta a empresa ter o melhor planejamento que ela imagina e não conseguir transmitir isso para a equipe.
Olegário Araújo Convidado TradeCast #4

TRADE MARKETING INSIGHTS

trade marketing insights

O tema é sempre desafiador: trade marketing insights, como obtê-los? Se você não sabe responder isso, também não saberá o que deve medir. É preciso saber qual é o momento certo e quais são os objetivos. A execução deve ter um propósito.

Olegário ilustrou a necessidade de saber usar recursos com o exemplo irônico da Kodak, que criou a primeira câmera digital em 1975 e que acabou sendo derrubada pela tecnologia pelo medo de investir na tecnologia e de se arriscar com novos produtos.

O que sai da fábrica atualmente e tem relação direta com a fotografia é uma minúscula porcentagem da produção: a empresa teve uma queda drástica em 2007, de 96%.

Então, como usar a tecnologia ou os recursos disponíveis hoje para saber onde se está e onde quer chegar? Qual é a contribuição que aquele indicador está dando para alcançar o resultado? De nada adianta ter mil indicadores e se perder em um mar de informações.

Eu posso me afogar nesse mar.
Olegário Araújo Convidado TradeCast #4

Quando se destacam indicadores que realmente comprovam o nível de satisfação do cliente, o trade se torna capaz de antecipar e mapear a informação. Com isso, torna-se possível prever desafios e tomar decisões.

O primeiro obstáculo do varejo está no cadastro. Esta é a base que sincroniza toda a empresa, inclusive com seus fornecedores. Se este processo for mal executado comprometerá toda a organização.

A velocidade da mudança é muito grande e esse é o fato mais crítico para a informação hoje. A informação nos ajuda a tomar decisões baseadas em fatos. O feeling é importante e inspira insights, mas depois disso vem a prova da realidade.

É PRECISO PARTIR DO MESMO PONTO

A inteligência está disponível na loja. Falta processo.
Olegário Araújo Convidado TradeCast #4

Por outro lado, a indústria tem que atender as necessidades e os desejos do shopper marketing. E isso se concretiza no ponto de venda. Aqui residem muitas oportunidades de negócios, mas exige equipes multidisciplinares dos dois lados, uma visão sistêmica (cadastro de produtos, negociação de contratos) e logística.

VALORIZAÇÃO DO PROMOTOR

O papel do promotor é vital. Precisa ter uma conversa entre indústria e varejo para rever o papel do promotor. É ele quem executa a estratégia para atender melhor o cliente.

O promotor é o elo entre indústria e varejo na hora da verdade e deve ser entendido de uma forma diferente do repositor de produtos. Fazer tudo isso sem o apoio de uma tecnologia de gestão da operação, para Olegário Araújo, é impossível.

O convidado concluiu a conversa com informações sobre o Canal Farma e as particularidades desse segmento. Assista à íntegra do TradeCast #4 e confira.

TRADECAST #4

com Olegário Araújo

O significado da informação para o trade

Deixe seu comentário