Como a Embelleze mapeia o mercado da beleza no Brasil

escrito por Última atualização: 9 abril, 2019
Como a Embelleze mapeia o mercado da beleza no Brasil

O mercado da beleza no Brasil oscila em razão da desaceleração econômica, e, principalmente, da mudança repentina nos hábitos de consumo no ponto de venda.

Em um estudo da Nielsen, realizado entre janeiro e setembro de 2016, os produtos deste segmento registraram um volume de vendas 2,5% menor em comparação ao mesmo período de 2015.

Neste momento, a inteligência comercial e as informações sobre todas etapas da execução são essenciais para as empresas que buscam reduzir os prejuízos da crise.

O desafio passa por conquistar a preferência de um shopper mais consciente e planejado.

EMBELLEZE DESPONTA NO MERCADO DA BELEZA NO BRASIL

A história da Embelleze acompanhou a evolução da mulher brasileira nas últimas 4 décadas. Fundada em 08 de março de 1969, possui mais de 500 produtos em seu portfólio e atende mais de 30 países ao redor do mundo. 

A promoção da inovação passa pela leitura correta das oportunidades nos canais que atende. Ciente dessa missão, a empresa conta com uma equipe focada nas boas práticas de trade marketing.

Capacitar um time para atrair o perfil de shopper ideal para seus produtos passa pelas mãos do time de Sell Out da empresa, como explica Fernanda Zangrando, gestora Nacional de Trade Marketing na Embelleze.

A atualização permanente permite que a empresa navegue pelas tendências e acerte em cheio às consumidoras.

Essas informações são coletadas em diversas fontes, mas Fernanda destaca o estudo realizado pela Embelleze, em parceria com o renomado antropólogo francês Dr. Clotaire Rapaille, sobre arquétipo cultural do comportamento da mulher e o monitoramento das redes sociais..

Essa pesquisa mostrou que a mulher vive em ciclos e muda o tempo todo. A nossa atualização constante pode ser expressada na participação em grandes feiras de beleza internacionais como a Cosmoprof Bologna e a Cosmoprof Las Vegas. Nosso trabalho também exige um monitoramento permanente das redes sociais e no relacionamento que estabelecemos entre as nossas consumidoras.
Fernanda Zangrando
Gestora Nacional de Trade Marketing | Embelleze

O QUE ESPERAR DO FUTURO?

Após encerrar todas as dívidas, 30,6% dos brasileiros afirmam que pretendem fazer novas compras, ainda que parceladas.

Esse percentual é maior quando comparado com os 26,9% que declara que vai economizar recursos.

Potencialmente sobre o mercado da beleza no Brasil, há intenção por parte dos consumidores em voltar aos antigos hábitos, ainda que de forma mais cautelosa.

Como todo cenário econômico é cíclico, não há previsões de melhora da economia em 2018, é importante atentar-se às tendências, compreender as necessidades do shopper e ter a agilidade para aplicar a execução de curto prazo, mas sem deixar de consolidar a base de crescimento para o futuro.

ABIHPEC DISPONIBILIZA ESTUDO DO SEGMENTO

A atualização permanente é uma demanda competitividade no segmento. Uma dica que sempre passamos aos profissionais é a busca pelas informações nas associações de classe do seu mercado. 

A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) oferece um panorama do HPC brasileiro anualmente. Se você é profissional do segmento, vale a pena investir alguns minutos para um estudo rápido deste material. 

Deixe seu comentário