Estratégias de vendas multicanais no trade marketing

escrito por Última atualização: 1 fevereiro, 2019
Estratégias de vendas multicanais no trade marketing

O TradeCast #10 fez muitos profissionais repensarem seu processo de vendas.

O material é um bom case do trade marketing planejado para otimizar a execução nos pontos de venda.

Alex Manduca, gerente nacional de vendas da Coca-Cola FEMSA, esclareceu o conceito e exemplificou os desafios de acordo com as práticas da empresa.

Resumi alguns pontos importantes da nossa conversa neste post. Eles farão diferença nos seus processos, mas não deixe de assistir à transmissão completa: o conteúdo é realmente muito é valioso.

ESTRATÉGIAS DE VENDAS MULTICANAIS

 Das estratégias de vendas multicanais, uma que pode ser considerada destaque é direcionada a pontos que vão desde canais de consumo imediato (bares, lanchonetes e fast food) até o consumo em massa (atacados, cash&carry e supermercados).

A lógica é direcionar os produtos de acordo com a necessidade do perfil de cada canal.

Para começar, Alex lembrou o papel do trade nos resultados. Ele vai te ajudar a posicionar o produto do jeito certo.

As vendas não podem ser comemoradas isoladamente; é preciso garantir a continuidade dos índices positivos.

estrategias-de-vendas-multicanais
A relação com o trade é para perpetuar, não é para fazer uma venda só
Alex Manduca
Convidado do TradeCast #10

O CANAL É UM CLIENTE

É fundamental tratar o canal como um cliente. Assim como quem está na ponta do processo, escolhendo o seu produto na loja, quem exibe a mercadoria precisa de atenção.

Agir conforme as estratégias de vendas multicanais nesta fase de encaminhamento dos produtos é fundamental para o desempenho no sell out.

Quer chegar mais perto do acerto? Pratique a segmentação no ponto de venda. Ela é considerada uma nova forma de abordagem para que as empresas de bens de consumo consigam chegar aos seus mercados.

Tipos e membros específicos de canal possuem diferentes requerimentos, exercem funções diferentes e fazem diferentes contribuições econômicas aos fornecedores.

A Coca-Cola FEMSA é um exemplo e tanto para todos que acompanharem o TradeCast. A operação gerencia mais de 300 SKUs, distribuídos entre mais de 380 mil PDVs.

Nenhum cliente deve ter o benefício de vender um produto melhor ou mais barato que o outro.

FOCO NO CONSUMIDOR

É preciso ter a consciência de que o objetivo final é atender o consumidor. A Coca-Cola aposta nisso: preço com rentabilidade boa para o varejo e preço de ponta que seja um valor que o consumidor está disposto a pagar.

Especialistas em trade marketing costumam descrever três aspectos diferentes de cliente.

Existe o shopper, aquele indivíduo sobre o qual sempre comentamos, que exerce o papel de compra no PDV (lembrando que ele pode ou não ser o consumidor); o consumidor, que é quem utiliza o produto (não necessariamente envolvido ativamente no processo de compra) e o buyer, que é quem efetiva a compra do produto.

Organize os canais de forma a reunir aqueles que possuem melhor desempenho. Segmente de acordo com necessidades, comportamento e valor.

Essa visão estratégica, com ofertas segmentadas, permite ao canal de distribuição pensar em formatos diferentes na busca por resultados financeiros mais significativos.

Devemos demonstrar que o motivo de tudo que fazemos é garantir que o consumidor seja atendido com a melhor experiência possível. É o meio para buscarmos melhorias da rentabilidade da cadeia e a construção de negócios financeiramente sustentáveis e geradores de valor para a comunidade
Alex Manduca

Você tem que garantir que todos os canais sejam competitivos de acordo com a ocasião.

Para definir os produtos destinados a cada tipo de canal, procure entender a missão de compra do shopper. Resumindo, a pergunta que você deve se fazer é: por que ele vai até determinado ponto de venda?

estratégias de vendas multicanais

São três os principais motivos da busca por estratégias de vendas multicanais: abastecimento, reposição ou solução para uma ocasião. Estude os canais através do shopper.

O objetivo nesta etapa é descobrir quanto será necessário planejar para descontos, suporte e propaganda para desenvolver estratégias go-to-market.

O quadro acima é um exemplo de como a estrutura de canais deve ser planejada para que as ofertas dos fabricantes cheguem até os shoppers e consumidores.

Pense sempre no quão atrativa é a proposição de valor do seu produto em comparação aos demais fornecedores.

Essa é uma atitude que guia a segmentação no momento de prospectar as vendas.

Agora assista à transmissão completa e aproveite para enviar suas dúvidas ou sua opinião na caixa de comentários abaixo, ok?


TRADECAST #10

com Alex Manduca

Segmentação: a função do trade marketing na ativação do PDV

Deixe seu comentário